Postagens

Mostrando postagens com o rótulo 🔴Memória Afetiva

História de Amor de Colégio - Meu Primeiro Grande Amor

Imagem
Veja depois do texto abaixo uma lembrança poética do meu primeiro grande amor O primeiro amor é um momento especial e significativo na vida de muitas pessoas. É uma experiência emocionante, cheia de sentimentos intensos e novas descobertas sobre si mesmo e sobre os outros. Na psicologia, o primeiro amor é frequentemente estudado como um marco no desenvolvimento emocional e afetivo. Muitas vezes, o primeiro amor é experimentado durante a adolescência, quando as pessoas estão começando a se descobrir como indivíduos e a explorar o mundo ao seu redor. Pode ser um momento de muita confusão, medo e incerteza, mas também pode ser uma época de descobertas emocionantes e aprendizado. O primeiro amor pode ser uma experiência intensa, cheia de paixão e emoção. As pessoas podem sentir borboletas no estômago, uma sensação de calor no peito e uma sensação de felicidade constante quando estão com a pessoa amada. No entanto, essas emoções podem ser acompanhadas por sentimentos de medo, ansiedade e in

Famílias Italianas no Brasil: Uma Visão da Verdadeira Família Oriundi

Imagem
Família Marcato em um almoço de domingo nos anos 1940 Rua Henrique Sertório, Tatuapé, São Paulo, SP Famílias Italianas no Brasil:  Uma Visão da Verdadeira Família Oriundi No início do século XX, muitos imigrantes italianos chegaram ao Brasil em busca de uma vida melhor. Eles traziam consigo sua cultura, tradições e valores, criando assim as chamadas "Famílias Oriundi". Essas famílias eram formadas por pais, avós, tios e primos que viviam juntos em um mesmo lar, compartilhando tudo o que tinham. Uma verdadeira família oriundi era caracterizada pela forte união entre os seus membros. Eles se apoiavam uns aos outros em todas as situações, sejam elas boas ou ruins. A família era vista como a base da sociedade, onde seus membros eram ensinados a se respeitar, ajudar e cuidar uns dos outros. Além disso, a cultura italiana era muito presente nas famílias oriundi. Eles mantinham suas tradições culinárias, musicais e religiosas, tornando o ambiente de suas casas ainda mais acolhedor.

BOM SUCESSO, Diálogos II

Imagem
  RUA BOM SUCESSO (a rua da minha infância com quase todos os meus amigos e vizinhos) (O mapa cinza é uma foto aérea de 1958 - Hoje este trecho da rua está debaixo do Shopping Tatuapé  :(  ) rtir Aldo Della Monica   Ilze Barição ,  Hemir Baricao ,  Paulo Roberto Theodorovitz , Fatima Machado ,  Marta Alves ,  Eloísa Terapias Holísticas  ... Para ver o mapa com os nomes acredito que basta clicar sobre a imagem acima. Caso não consigam, escrevam-me que eu posso mandar o mapa ... Ver mais Curtir  ·  Responder  ·  10 de novembro às 05:28  ·  Editado Aldo Della Monica   Jose Beira , talvez seja do seu interesse, também ! Curtir  ·  Responder  ·  8 de novembro às 09:12 Aldo Della Monica  Não reparem na palavra "mudinho" (politicamente incorreta) mas era assim que nós conhecíamos o irmão de Edson, filho daquele senhor que trabalhava com gesso) Curtir  ·  Responder  ·  8 de novembro às 10:21  ·  Editado Ilze Barição  O nome dele era Nelson! Descurtir  ·  Responder  ·  1  ·  8 de nove

DEMOCRACIA ? "ESTA CÍNICA FARSA DE AGORA FAZ-ME RIR"

Imagem
   DEMOCRACIA ? "ESTA CÍNICA FARSA DE AGORA FAZ-ME RIR"  A democracia é o "melhor sistema". Até porque mostra sem pudor sua cara mais estúpida e cruel. Vota-se em empresários por causa do descrédito aos políticos. Perseguidos sociais, pobres, e excluídos votam naqueles seus eternos algozes, acreditando que as coisas "vão melhorar". ..... E, se o resultado da eleição não agrada a interesses escusos de uma minoria privilegiada, golpeia-se sordidamente as próprias regras democrátic as em nome daquela mesma democracia....... A VOZ DO POVO PELO POVO E PARA O POVO ??............FAZ ME RIR !  Aldo Della Monica ) * Como podes pensar que te quero? Como podes sonhar com o meu amor? Se uma vez eu te dei meu carinho E a tua ilusão, encheu-me de dor Não é dizer que eu sou vaidosa Mas, estou orgulhosa de ser. A mulher que outros homens pretendem E a ti já não quero voltar a querer Faz-me rir o que andas dizendo Que te adoro, que morro por ti Não te enganes dizendo menti