31 de maio de 2016

Encontros no Parque II

MEU QUERIDO DIÁRIO, Ontem minha caminhada, como tem sido nestas últimas semanas, foi no Parque do Trabalhador, lá em cima onde era o brejão Paula Souza, ao lado da Rua Emilia Marengo. O parque está muito bonito e, à noite, especialmente iluminado. Daquelas luzes que não revelam tudo, sabe ?. Você enxerga as árvores mais próximas e advinha as demais. Lindo parque.!... Eis então que, logo após a primeira grande curva, comecei a descer a alameda comprida que dá lá nas quadras de tênis e sabem quem eu encontrei ? Roberto Carlos.... é, sim !..o Rei.......ele já não era mais o tchop tchura dos 60's, mas ainda não chegara à mesmice das 3 últimas décadas... RC começou cavalgando pela mesma estrada colorida que eu... e me fez chegar aos primeiros 800 metros.perdido na busca de uma abraço na madrugada. Diário, eu nunca havia percebido os detalhes daquela floreira costumeira do caminho nem o perfume de alguma árvore perdida nas sombras. Detalhes pequeninos que fizeram da caminhada um prazer muito além do costumeiro. Mais uma vez, me senti aquele jovem apaixonado que, certo dia, percorreu inteira a Rodovia Fernão Dias, em busca de um sonho que fora plantado neste coração lá nas areias de Itapuã....Trem bão ! Já estava completando minha primeira volta: 18 minutos 1900 metros....Vixi, preciso acelerar o passo ! O médico falou que é bom pra o Coração....de coração a gente entende, né não, Robertão ?! Aldo Della Monica

PS.... Devido à ganância do "rei" Roberto Carlos e de sua gravadora, o filme abaixo não poderá ser executado. Execute-o você mesmo em sua memôria:
"Não adianta nem tentar, me esquecer, durante muito temo em sua vida. eu vou viver"

Caso você queira uma cópia pirata, pode me escrever que eu mando. O "Rei" já ganhou muito e deveria, pelo menos, deixar a gente usar uma de suas músicas, a qual faz parte da vida de tanta gente...Afinal, não estou vendendo discos nem CD Piratas..... Pena: o rei ter se tornado um velho tão sovina e mesquinho...










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando o saco já perdeu a elasticidade

    AI, ENTÃO..... você vai com a mulher à feira e está comentando sobre as atitudes do prefeitinho de São Paulo. Enquanto isso, a companh...