9 de março de 2016

Espelho, Falso Espelho Meu !


Te queria assim, furiosa de idéias, louquinha de indignação, raivosa de mudança. 
Te queria assim poética, virginal, maternal, amena. 
Te queria assim telúrica, pecadora, transgressora, subversiva. 
Te queria tudo o que eu queria do meu espelho.
Mas aí....como este eu refletido no espectro... não serias real. 
Acho que nunca iria rolar a fina mistura  legal 
Pois os espelhos mentem...... E COMO MENTEM !
(aldo della monica)






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando o saco já perdeu a elasticidade

    AI, ENTÃO..... você vai com a mulher à feira e está comentando sobre as atitudes do prefeitinho de São Paulo. Enquanto isso, a companh...