28 de julho de 2015

Se o Lula morrer, a gente vai soltar fogos

Ontem eu estive passeando pela minha infância, lá no final dos anos 50. Fiquei um quarto de hora, em frente ao Educandário Espírito Santo, onde fiz meu primário no bairro do Tatuapé. Por alguns momentos lembrei-me das aulas de religião e, particularmente neste domingo de "manifestos", lembrei da aula da Irmã Aparecida na qual ela ensinava que "jamais deveríamos desejar o mal aos outros"
Educandário Espirito Santo / Tatuapé
Saudades renovadas, algumas fotos no celular, comecei a caminhar de volta ao Metrô Tatuapé......
É quando passa por mim um senhor em bermudas e óculos escuros, com celular na orelha, conversando com alguém, mas em voz tão alta que, notava-se, queria ser ouvido pelo público ao redor. Como que em um comício maluco o sujeito falava para o celular: "SE O LULA MORRER, A GENTE VAI SOLTAR UM MONTÃO DE FOGOS"....e continuou caminhando em direção ao Shopping Tatuapé.
Não é pelo pecado, que me foi ensinado lá no primário..... Mas será que esse cara não tem medo que a praga rogada aos outros vire-se para ele próprio ?
(aldo della monica)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando o saco já perdeu a elasticidade

    AI, ENTÃO..... você vai com a mulher à feira e está comentando sobre as atitudes do prefeitinho de São Paulo. Enquanto isso, a companh...