6 de janeiro de 1970

O exército de Freiras e o Menininho


Historinha que ouví aos 8 anos de idade contada pela freira do Educandário na aula de Religião, lá pelo ano de 1960

VEJAM O NIVEL DE COMPROMETIMENTO DA IGREJA COM O PODER ESTABELECIDO. A LAVAGEM CEREBRAL DOS PEQUENOS ALUNOS DE UM EDUCANDÁRIO ERA ESTUPIDAMENTE AGRESSIVA E SEM PUDORES. SOB O MANTO DO MEDO ESTIMULADO PELOS EUA, A IRMÃ TEVE A CORAGEM DE ATERRORIZAR OS GAROTINHOS DE ENTÃO, COM ESTA HISTÓRIA FANTASIOSA:

Nem sabíamos onde ficava Cuba, muito menos o que significava uma foice junto a um martelo.
A Irmã, certamente orientada pelos padres da Igreja Cristo Rei, contou-nos uma singela histórinha infantil:
Era uma vez um menino muito católico que vivia rezando e amava falar a palavra Deus.Deus !
Deus ! Deus !… dizia o menininho enquanto fechava os olhos ou olhava para o céu.


Tudo estava bem na terra do menininho até que um dia, vieram os comunistas.
Ao perceber aquele menininho que vivia falando Deus, Deus,… um soldado comunista chegou perto dele e ordenou:

- Pare de falar a palavra Deus !

O menininho, com toda a sua fé, não obedeceu ao soldado e continuava: Deus… Deus.
O soldado comunista, irritado, chegou perto do menino, apanhou-lhe a língua e cortou a pontinha.

Mesmo assim, sangrando, o menino continuava: Deu….Deux….Deuxxxxx
Inconformado e raivoso o comunista, voltou a tomar a lingua do menino e cortou-a até à metade.

Chorando de dor, com toda a sua fé, o menino continuava como podia: d…..eu…..de…..d~

Finalmente o monstro comunista deu o golpe final cortando o que sobrara da língua do menino.
Caído ao chão, o menininho olhou ainda uma vez para o céu e…..morreu !

Esta "singela" historinha foi contada para toda a classe dos meninos no Educandário Espírito Santo por uma irmã, em sua aula de religião.

A revolução cubana estava em curso.
E nós, no curso primário, 3o.Ano
A “contação” da historinha não é ficção. A freira contou a historia desse jeito.


EU, JAMAIS ME ESQUECÍ DESTA “LINDA HISTORINHA”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando o saco já perdeu a elasticidade

    AI, ENTÃO..... você vai com a mulher à feira e está comentando sobre as atitudes do prefeitinho de São Paulo. Enquanto isso, a companh...