28 de julho de 2015

Eu quase me perdi nas drogas !

Felizmente consegui me salvar, mas tenho muitos amigos que perderam definitivamente a guerra contra a pior das drogas !

Existe um momento na vida da gente em que começamos a avaliar nossa história, os caminhos que percorremos, os erros e acertos que praticamos.

Hoje, eu gostaria de falar aos jovens:
– Queridos, não acreditem na primeira promessa que se apresenta para alcançar conhecimento e experiência.Você poderá se viciar e será muito difícil sair desse maldito vício.
Digo-o por experiência própria:
Na minha juventude, eu também cheguei a usar, acreditando que supriria minhas necessidades.
Foi dífícil vencer, mas após alguns anos e, com auxílio especializado de profissionais corretos e de bons livros, acabei me recuperando…
Mas foi difícil….. É preferível nem começar.


Portanto, daqui do alto da minha maturidade, posso aconselhar com toda a certeza do mundo:
NÃO USEM DROGAS !!…Não façam como eu fiz !..
Eu usei a Folha de São Paulo, por longos anos e cheguei, inclusive a me utilizar de drogas mais pesadas ainda, as quais tenho até dificuldades de citar aqui.
Felizmente pude contar com auxílio especializado de bons livros de História e profissionais de Imprensa decentes e dedicados
Assim, consegui vencer sem sequelas aquele MALDITO VÍCIO

Mas, infelizmente tive que me afastar de muitos amigos que acabaram se perdendo definitivamente e transformaram-se em autômatos, abobalhados com absoluta falta de visão crítica e, PIOR, , papagaios de opiniões alheias

Estes, perderam definitivamente a guerra contra a droga mais pesada e letal conhecida até hoje: A REVISTA VEJA !
(Aldo Della Monica)










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando o saco já perdeu a elasticidade

    AI, ENTÃO..... você vai com a mulher à feira e está comentando sobre as atitudes do prefeitinho de São Paulo. Enquanto isso, a companh...